Carregando Eventos

« Todos Eventos

Defesa de Tese de Doutorado — Rhubia Silveira Martins Rosa

fevereiro 8 @ 09:00 - 13:00

Defesa de Tese de Doutorado

Rhubia Silveira Martins Rosa

Desenvolvimento de uma nova estratégia para inibição do vírus da Zika por meio da estimulação de microRNA endógeno

Local: Auditório da FCF

Presidente
Dr. Marcio Chaim Bajgelman — LNBio / CNPEM

Membros titulares
Profª Drª Clarice Weis Arns — IB / Unicamp
Prof. Dr. Murilo Vieira Geraldo — IB / Unicamp
Profª Drª Larissa Dias da Cunha — FMRP / USP (videoconferência)
Prof. Dr. Luiz Felipe Leomil Coelho — ICB / Unifal (videoconferência)

Membros suplentes
Prof. Dr. Bruno Lourenço Diaz — IBCCF / UFRJ (videoconferência)
Prof. Dr. Bryan Eric Strauss — ICESP (videoconferência)

Resumo: A infecção viral pelo vírus da ZIKA pode resultar em malformações congênitas e neuropatias em recém-nascidos. A última epidemia, acometeu mais de 80 países, entretanto, apesar dos esforços da comunidade científica ainda não existem vacinas ou fármacos antivirais aprovados para uso clínico. A hipótese estudada neste trabalho se baseou na possibilidade de inibir a infecção e replicação viral por meio da estimulação de microRNAs endógenos, que têm como alvo o genoma de RNA positivo do vírus da ZIKA. Dessa forma, inicialmente escolhemos candidatos de microRNA com atividade antiviral utilizando um algoritmo computacional. Estes candidatos foram clonados em vetores lentivirais e utilizados para o estabelecimento de linhagens celulares VERO superexpressando os candidatos de microRNAs humanos. Estas linhagens foram desafiadas com a infecção pelo vírus da ZIKA, de uma cepa brasileira, revelando que 12 candidatos de microRNA apresentaram redução em mais de 50% do efeito citopático e título viral. Numa segunda etapa de nosso trabalho, investigamos a possibilidade de utilizar fármacos para modular candidatos de microRNA endógenos, em células humanas, com objetivo de inibir a infecção e replicação do vírus da ZIKA. Para isso, utilizamos uma plataforma de biologia computacional para escolha de fármacos com potencial de estimular microRNAs com atividade antiviral. Os fármacos candidatos foram testados em cultura de células humanas infectadas com vírus da Zika, verificando a inibição de mais de 90% da atividade viral. Dessa forma, os resultados deste trabalho demostraram a possibilidade de desenvolver uma nova estratégia antiviral baseada na modulação de mecanismos endógenos da via de RNA de interferência por microRNA endógeno para inibir a infecção e replicação do vírus da ZIKA. Esta nova estratégia também poderá ser explorada para outros vírus de genoma de RNA positivo.

Detalhes

Data:
fevereiro 8
Hora:
09:00 - 13:00
Categorias de Evento:
, ,

Local

Auditório da FCF
Rua Candido Portinari 200
Campinas, São Paulo 13083-871 Brasil
+ Google Map