O Curso

A realidade nacional demanda, cada vez mais, a inserção de profissionais capazes de promover o desenvolvimento de novos fármacos, especialmente aqueles que utilizam o potencial da biodiversidade brasileira, respaldada em pesquisa científica e tecnologia avançada. O curso de graduação em Farmácia da Unicamp prepara profissionais da saúde com sólida formação em pesquisa, desenvolvimento, produção e controle da qualidade de medicamentos, relacionando sempre a área clínica. Os estudantes são capacitados para atuar ao lado de outros profissionais da saúde, na construção de um sistema de saúde cada vez mais efetivo. O projeto pedagógico do curso prevê a conclusão em dez semestres, em período integral, qualificando o aluno para todas as habilidades do profissional.

A qualificação do perfil de farmacêutico generalista é cumprida através das disciplinas do núcleo comum. O curso de Farmácia teve origem na atuação multidisciplinar de três unidades da Unicamp, a Faculdade de Ciências Médicas (FCM), o Instituto de Biologia (IB) e o Instituto de Química (IQ) e do Centro Pluridisciplinar de Pesquisas Químicas, Biológicas e Agrícolas (CPQBA), com as importantes colaborações do Centro de Controle de Intoxicações (CCI) e das farmácias do Hospital das Clínicas, do Hospital Estadual de Sumaré e do Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher (CAISM). Os estágios e o conjunto de disciplinas eletivas escolhidas pelo aluno permitem uma formação complementar personalizada para cada profissional egresso.

Em sintonia com as Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Farmácia, de 19 de fevereiro de 2002, o egresso do curso proposto pela Unicamp terá formação generalista, humanística, crítica e reflexiva para atuar em todos os níveis de sua habilitação profissional. Estará capacitado para o exercício de atividades de pesquisa, produção e controle de qualidade de fármacos, medicamentos, cosméticos e alimentos, além de poder atuar em análises clínicas, toxicológicas, vigilância sanitária e atenção à saúde. Esse profissional deverá se pautar em princípios éticos, com compreensão da realidade social, cultural e econômica do seu meio, para atuar sempre em benefício da sociedade.

Os conteúdos essenciais para o curso de graduação em Farmácia, detalhados no Projeto Pedagógico, contemplam quatro grandes grupos: ciências exatas para suporte das ciências farmacêuticas (física, química, matemática e estatística). Ciências biológicas e da saúde (conteúdos teóricos, práticos e fundamentação científica da estrutura e da função de células, tecidos, órgãos e sistemas; processos bioquímicos, microbiológicos, parasitológicos e imunológicos; genética e biologia molecular; biotecnologia; estudo da fisiopatologia dos processos patológicos de diferentes aparelhos e sistemas integrados com as análises clínicas, a farmacologia e com a química farmacêutica, bem como conteúdo de saúde pública). Ciências farmacêuticas (conteúdos teóricos e práticos relacionados com a pesquisa, desenvolvimento, produção e controle da qualidade de matérias-primas e insumos de produtos farmacêuticos, medicamentos, cosméticos e alimentos; toxicologia; biossegurança; deontologia e legislação profissional; gestão administrativa; assistência e atenção farmacêutica; fármaco-epidemiologia e fármaco-vigilância). Ciências humanas e sociais, que envolvem os conteúdos necessários à compreensão dos determinantes sociais, culturais, comportamentais, psicológicos, ecológicos, éticos e legais para formação do profissional no exercício da cidadania.